O que é o certificado Nativa Precious Fiber para lãs?

Selo garante a responsabilidade ambiental de produção do tecido. Saiba mais!

Uma produção sustentável e ambientalmente responsável tem se tornado objetivo de empresas de todos os segmentos ao redor do mundo. No mundo da moda, esse debate ganhou força nos últimos anos, levantando a importância de repensar o processo produtivo de roupas e acessórios.

Com isso, têm surgido cada vez mais selos e certificações responsáveis por analisar e comprovar o compromisso ambiental de uma marca. Alguns dos mais conhecidos são Ecolabel, Ecocert, Natrue e FSC, aplicáveis a uma série de categorias de produtos. Outra certificação bastante conhecida, embora mais específica, é a Nativa Precious Fiber, destinada à avaliação de lãs.

O certificado, que garante que um produto como um casaco ou tênis de lã tenha um processo produtivo responsável e ligado ao bem-estar animal, também tem se fortalecido e até mesmo já ofereceu seu selo a marcas brasileiras.

Muitos podem se perguntar sobre o porquê de uma certificação específica para a lã. Segundo o site oficial da certificação, os motivos para valorizá-la e atentar-se à sua produção são diversos. O material é natural, renovável e biodegradável, utiliza pouca água, é amplamente reciclado e tem uma produção de pouco impacto quando feita atentamente.

Entenda como funciona a certificação, quais os critérios para recebê-la e por que é tão importante valorizar marcas que comprovam seu compromisso com o meio ambiente.

Sobre o certificado

Criado pelo grupo Chargeurs Luxury Materials, líder mundial no comércio de lã de alta qualidade, o certificado Nativa Precious Fiber tem como objetivo classificar as empresas, de produtores de lã a marcas finais, que se comprometem a ter um processo produtivo sustentável e respeitoso ao meio-ambiente e aos animais.

O selo Nativa Precious Fiber é uma referência mundial na área e pode ser ofertado a empresas de qualquer local do planeta, desde que sigam os pilares e critérios estabelecidos pela empresa certificadora.

Segundo o portal oficial do certificado, a história do grupo fundador teve início com a família Vignal, que iniciou a Chargeurs Réunis como uma empresa de navegação. Hoje, a corporação oferece soluções de alta performance e estabelece padrões de excelência no mercado. Tudo isso aplicado à produção de lã e seus derivados.

Produtores

Os produtores certificados com o selo Nativa Precious Fiber estão espalhados por diferentes fazendas na Austrália, Nova Zelândia, África do Sul, América do Norte, Uruguai e Argentina. As regiões, com temperaturas mais frias e espaços amplos, permitem a criação adequada de ovelhas, seguindo os padrões de bem-estar animal e outros estabelecidos pelo certificado.

Pilares

Para que uma empresa possa se aplicar para receber o certificado, é necessário seguir os pilares estabelecidos pela Nativa Precious Fiber. Abaixo, veja quais são.

Bem-estar animal

De acordo com o portal oficial do certificado, para garantir o bem-estar animal, cada fazendeiro ou criador de ovelhas deve ter um plano de gestão, providenciando comida, cuidando do comportamento animal, garantindo a reprodução e fornecendo a infraestrutura adequada para a saúde dos animais.

Gestão do ambiente/da terra

A certificação garante que a capacidade e a qualidade das empresas certificadas incluem sustentabilidade e proteção ao ambiente. Em relação ao processo industrial, as instalações também são desenvolvidas adequadamente para reduzir ou zerar o impacto ambiental.

Responsabilidade social corporativa

O crescimento da criação de ovelhas e a sustentabilidade dependem fundamentalmente do bem-estar socioeconômico dos criadores e suas comunidades.

Dessa forma, a Chargeurs Luxury Materials, criadora do certificado, se compromete a respeitar, defender e aplicar os conceitos de direitos humanos, trabalhistas, ambientais e anticorrupção, tanto aos fazendeiros quanto aos profissionais da indústria.

Por que valorizar marcas com o certificado?

O consumo de um indivíduo, tanto em quantidade quanto em qualidade, impacta diretamente o meio ambiente. Ao optar por marcas sustentáveis e ambientalmente responsáveis, o consumidor reduz, indiretamente, a poluição ambiental, o desmatamento, a produção de lixo e todas as demais formas de impacto ambiental da indústria da moda.

Dessa forma, é fundamental se atentar às marcas e empresas de que se consome, buscando conhecer seus processos produtivos, sua responsabilidade ambiental e seu compromisso com a sustentabilidade.

Olá, Eu sou Marco Macei, fundador do blog Marco da Moda. Atualmente moro na cidade de Mogi das Cruzes, interior de São Paulo. Amo séries e as minhas preferidas são: Breaking Bad, Stranger Things, Game of Thrones e, mais atual, Altered Carbon. Adoro filmes de ficção científica, aventura e comédia. Quer me deixar feliz? Só me dar pipoca que já é o suficiente.

Deixe um comentário