Entenda como funciona a importação e exportação de tecidos no Brasil

Antes de explicar como funciona o processo de importação e exportação de tecido no Brasil, é preciso entender, primeiro, como funciona a trajetória dessa atividade que é capaz de movimentar a economia de países.

Resumidamente, a importação e exportação consistem em atividades relacionadas ao comércio exterior, onde ocorre a entrada e saída, ou a venda e a compra de determinadas mercadorias. Bens ou serviços também estão incluídos nesse fluxo de vendas.

Como citado, estas atividades exercem uma grande função na economia mundial. Quando se trata de um país específico, ele indica suas principais potencialidades no setor industrial, não esquecendo também das deficiências.

Clique e saiba mais +

O que é exportação?

De acordo com o Ministério da Economia, exportação pode ser definida como a atividade que “compreende a saída temporária ou definitiva em território nacional de bens ou serviços originários ou procedentes do país, a título oneroso ou gratuito''.

Dessa forma, a exportação compreende a ação de venda, envio ou doação de produtos de um país para o outro. Se você tivesse uma empresa de aluguel de andaimes, por exemplo, poderia ampliar seu negócio ao realizar a exportação do seu produto para outros países em qualquer lugar do mundo.

Em alguns casos, há produtos que são importados de outros países pelo fato de apresentarem uma qualidade melhor do que é visto em território nacional, como é o caso de lojas que vendem bolsa para epi, algumas delas são importadas pelo fato de apresentar uma segurança maior para o profissional que for utilizar o produto.

Essa transação é bastante comum entre países que buscam evoluir economicamente. O mesmo acontece para empresas que querem crescer ou instituições que buscam ampliar seus negócios.

Diversificar o mercado e crescer economicamente é outra vantagem que a exportação traz, afinal, nesse processo a expansão do mercado ocorre naturalmente.

Nessa parte, quando a empresa decide em começar a fazer exportações e importações, é como se fosse mexer com gerenciamento de resíduos, em outras palavras, é um processo que demanda muita atenção e, principalmente, um planejamento antes de ser executado.

Para o Ministério das Relações Exteriores, a exportação pode ser classificada direta ou indiretamente.

No caso da direta, o próprio produtor é quem fica com a fatura. Isso significa que o processo de exportação é todo efetuado pela própria empresa que exporta, ou seja, são de conhecimento do produtor todas as etapas que exige documentação, pesquisa de mercado e transações financeiras.

Por fim, a indireta é quando a venda não é realizada pela empresa que produz as mercadorias a serem exportadas. Isso significa que a empresa que exporta não é responsável pelo comércio externo do produto em nenhuma das etapas, terceirizando essa atividade para empresas que trabalham com foco nessa parte.

O que é importação?

De acordo com o Ministério da Economia, a palavra importação “compreende a entrada temporária ou definitiva em território nacional de bens ou serviços originários ou procedentes de outros países, a título oneroso ou gratuito”.

Dessa forma, a importação está ligada diretamente com a ação de compras de produtos, bens ou serviços. Assim, uma empresa de consultoria ambiental, por exemplo, pode optar por fazer essas transações para conseguir matérias-primas para desenvolver certos tipos de campanha.

Como a maioria das pessoas sabem, nenhum país no mundo é autossuficiente para se dar bem em todos os setores, apresentando então suas principais necessidades ou, como também é conhecido, “deficiência”. Assim, o país percebe a necessidade de importar.

As importações podem acontecer para qualquer tipo de coisa, mas o mais comum de ser visto está relacionado à alimentos, matérias-primas e serviços para viabilizar pesquisas científicas.

Exemplificando, podemos utilizar uma empresa de spda que pode importar certos tipos de equipamentos para contribuir com as atividades operacionais. Esse processo ocorre quando a empresa não consegue achar a qualidade necessária em território nacional.

Por sua vez, a importação também recebe dois tipos de classificações para melhorar o entendimento, que também segue o procedimento de exportação utilizando direta e indireta como uma forma de classificar.

Inicialmente a direta é realizada sem intermédio, ou seja, a compra é realizada diretamente com quem fabrica os produtos. Dessa forma, o processo tende a acontecer mais rapidamente, visto que a negociação pode ocorrer entre uma empresa de usinagem e ferramentaria e outra companhia do segmento, onde ambos os envolvidos consigam seus lucros desejados.

Por fim, a indireta é realizada com a presença de um intermédio, por exemplo, duas empresas especializadas em importação, assim o vendedor não é o fabricante.

Segundo o Manual de Importação da Universidade Estadual Paulista (Unesp), a importação apresenta três fases em seu processo.

Em primeiro lugar temos a administrativa, que é quando a ação não é autorizada, sendo realizada de acordo com a operação ou tipo de mercadoria na qual será importada.

Nesse caso é necessário que a empresa tenha uma licença para importação para que o processo ocorra conforme a lei, assim como ocorre em segmentos específicos, como uma empresa de monitoramento ambiental, que precisa de suas devidas documentações para atuar na área.

O segundo processo é o cambial, que ocorre quando há pagamento ao exportador, ou seja, é feita uma transação financeira.

O terceiro e último é quando há o despacho aduaneiro, em outras palavras, é quando a mercadoria é liberada pela alfândega.

Vantagens e desvantagens

Para exemplificar melhor as vantagens e desvantagens, começaremos pela exportação usando tópicos. Entenda agora os principais benefícios dessa atividade:

  • Possibilidade de aumento de produtividade do país que exporta;
  • Possível diminuição de carga tributária da empresa exportadora;
  • Empresas tendem a melhorar seus serviços;
  • Fortalecimento empresarial devido às negociações de sucesso.

Agora, entenda melhor quais são as desvantagens que pode ocorrer para uma empresa que faz exportações:

  • O tempo do retorno financeiro pode ser maior;
  • Prejuízos pode ocorrer devido as condições climáticas;
  • Ocorrer problemas burocráticos na ausência de uma qualificação;
  • Possíveis greves fiscais ou problemas no transporte.

Chega a parte de comentar sobre as vantagens e desvantagens das importações. Entenda melhor os benefícios:

  • Se a moeda do país for mais valorizada, ocorre vantagem cambial;
  • No Brasil, há estímulos para empresas que deseja importar;
  • O processo de importação é menor do que a produção do produto.

Por fim, há as desvantagens que as exportações podem oferecer para uma empresa nesse processo financeiro. São elas:

  • Possibilidade de atraso das entregas;
  • Prejuízos financeiros na ausência de um planejamento;
  • Conflito quando ocorre falta de confiança entre as empresas.

Resumidamente, estas são as principais vantagens e desvantagens que cada atividade costuma apresentar para as empresas. Dependendo do segmento, como uma empresa de calibração, é possível dizer que a importação e exportação podem acabar não sendo vantajosas, porém tudo depende da atual situação da companhia.

Importação e exportação de tecidos no Brasil

Para quem já atua nesse segmento, a importação têxtil sempre foi um objeto de desejo dos profissionais da área. Por sua vez, o preço do mercado é muito mais competitivo, tornando ainda mais atrativa a importação para que a margem de lucro aumente.

Para explicar melhor como funciona esse processo, vamos dividir o têxtil e confecção, para que não ocorra desentendimentos.

Têxtil 

Em virtude da proteção da produção nacional, a importação têxtil possui uma delicadeza. Desse modo, é importante colocar na conta não só o valor do produto, mas a incidência de antidumping. Dumping é a prática de vender produtos a um valor extremamente baixo.

No geral, os importadores de artigos têxteis são grandes confeccionadores ou distribuidores. Para iniciar uma confecção é importante selecionar os itens que mais possuem peso financeiro na produção.

Após esse processo, é extremamente importante ter especificações técnicas detalhadas para que haja sucesso na operação. Esse trabalho também proporciona segurança na negociação dos valores.

Para homologar um fornecedor é fundamental lembrar que uma empresa têxtil produz em larga escala, portanto opte pela consulta com compradores assíduos para constatar a qualidade do produto, sem esquecer também do atendimento.

Resumidamente, a logística não é complexa pelo fato das empresas nesse ramo lidarem diariamente com o processo de estufagem dos containers.

Confecção

Grande parte dos lojistas tem interesse na importação de peças prontas devido a praticidade. Quanto maior a praticidade, mais tempo o lojista tem para lidar com outras questões. Nessa hora é observada toda a parte de borda e composição da peça para checar a qualidade.

Os principais produtores desse ramo são a China, que possui uma ótima qualidade nas confecções, seguida da Índia, Peru, México e Indonésia.

A modelagem também deve ser levada em consideração no momento da importação, e assegurar isso junto ao fornecedor é o maior desafio desse processo.

Para quem busca simplificar as coisas, opte por coleções que já possuem uma inclinação no mercado latino, isso porque o biótipo é mais próximo ao do Brasil.

Por fim, pontuamos que a classificação incorreta continua sendo um problema para importadores desavisados ou não comprometidos. É importante lembrar que a classificação tem como base a composição, função e aplicação.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Marco da Moda

A data oficial de fundação deste blog é dia 28 de fevereiro de 2018.Este sou eu, Marco Macei, fundador deste blog tentando sensualizar, mas não deu muito certo hehe.Espero compartilhar com vocês dicas de produtos que eu uso para cuidar da pele e do cabelo, e também dicas de moda e estilo masculino, como tatuagens, por exemplo e tudo mais do fantástico e fascinante mundo da moda

Exclusivamente para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dois × 1 =

Go up