Beleza Masculina

Aparelho nos dentes: Veja a minha experiência

Olá, tudo bem com vocês? Eu sou Marco Macei, sejam muito bem-vindos ao meu blog. No post de beleza masculina de hoje, eu resolvi contar um pouco sobre como está sendo a minha experiência com o aparelho nos dentes.

Antes de vocês começarem a ler o meu relato, gostaria de deixar claro que ele não é um incentivo para vocês desistirem de colocar o aparelho ortodôntico. Até porque, a longo prazo, o aparelho nos dentes traz vários benefícios estéticos e de saúde.

Porém, a fase inicial de quando se coloca o aparelho é a mais complicada, algumas das sensações descritas abaixo vão amenizando com o tempo e vocês quase não vão nem perceber elas após algumas semanas ou meses usando o aparelho ortodôntico.

Colocar aparelho nos dentes é ruim?

Resolvi começar falando das coisas boas que tenho percebido nesses meses usando o aparelho. Uma delas é ver os dentes mudando em pouco tempo. Atualmente, estou no quinto mês de uso e já percebo os meus dentes mais alinhados do que antes. Aliás, é graças a essas mudanças perceptíveis a curto prazo que dá ânimo para continuar o tratamento.

Agora vem a parte das coisas ruins, chatas de se usar aparelho nos dentes. Nos primeiros dias, eu fiquei extremamente estressado, não podia ouvir um barulho de agulha caindo no chão. Também bateu uma vontade enorme de arrancar o aparelho usando um alicate. Sei lá, me senti sufocado com ele.

Aparelho ortodôntico Marco Macei

Outra coisa bem incômoda é o fato de a boca viver quase sempre machucada. Às vezes, partes do aparelho que machucam, às vezes, por causa da mudança da estrutura da arcada, a gente mesmo que acaba mordendo a parte interna da boca. Os meus lábios também ficaram bem inchados no início (foto abaixo).

A língua fica dolorida como se tivesse afta nela e a minha garganta ficou alguns dias doendo como quando está inflamada. A ortodontista falou que é uma reação do corpo ao aparelho. O bom é que estes sintomas logo passam.

Blogueiro Marco Macei
Lábio inferior inchado – Foto do meu Instagram pessoal

A higienização da boca também se torna uma tarefa difícil. Escovar os dentes exige mais paciência do que antes. A minha dica é vocês comprarem uma escova média, pois as macias logo estragam. Com relação ao fio dental é a mesma coisa, a cada espaço vocês devem passar o fio com cuidado. Eu dobro ele ao meio e torço a ponta para facilitar o encaixe nos espaços entre os dentes e bráquetes.

Para finalizar, comer nas primeiras semanas ou meses é um tormento. Sério, acho que é o pior de tudo. A mastigação se torna dolorosa e difícil, acontece o acúmulo de comida no aparelho ortodôntico (parece um esquilo guardando para comer depois), além de não poder comer certos alimentos, como pipoca, por exemplo.

Lembrem-se, mesmo com todos estes pontos negativos, a longo prazo os benefícios compensarão os anos chatos de usar o aparelho. Não desistam do tratamento por causa do que escrevi, mas também tenham consciência de que não será fácil.


INDICAÇÃO DE LEITURA:

CLAREAMENTO DENTAL A LASER: COMO FOI? QUANTO PAGUEI?

FACETA NOS DENTES: O QUE É? QUANTO PAGUEI?

BICARBONATO DE SÓDIO: SERÁ QUE DEIXA OS DENTES MAIS BRANCOS?


Espero que vocês tenham gostado do post de hoje. Compartilhem nas redes sociais e contem aí nos comentários como foi a experiência de vocês com o aparelho nos dentes ou se pretendem colocar.

Sigam as redes sociais do blog clicando nos ícones do lado direito do site. Um abraço a todos e até a próxima!